Melhor linux para netbook em 2022

Qual melhor linux para netbook antigo? São várias opções disponíveis. Confira qual foi a minha escolha após muita pesquisa e testes de instalação!

Durante a pandemia, tive que ressuscitar um velho guerreiro: Um netbook MegaWare com CPU Atom. O objetivo era instalar um sistema operacional leve, que permitisse usar os (poucos) recursos que esse portátil oferece. Logo percebi que a escolha não seria Windows, e sim alguma distro linux para netbook otimizada.

Buscando na internet, achei algumas recomendações de linux para netbook. Mas, após muita pesquisa, vários downloads e instalações, o linux escolhido para o meu netbook Atom foi o Linux Lite.

Confira a seguir como escolhi a minha distro Linux para netbook Atom.

Limites do netbook Atom

Os netbooks com processador Atom foram uma febre uns 10 anos atrás. Acer, ASUS, HP, Sony, Toshiba… Praticamente todas as marcas de notebook lançaram um portátil com chip Atom da Intel.

O netbook protagonista desse relato é um MegaNetbook da Megaware, portátil com processador Intel Atom N270, 2GB de memória RAM e HD de 320 GB, além de Wi-Fi, Bluetooth, saída VGA, webcam integrada e bateria de quatro células (que não funciona mais).

MegaNetbook da Megaware

Na época, o modelo vinha com o saudoso sistema operacional Windows Vista Starter. E quem já usou o Windows Vista não deve ter saudades. Por isso, pensei numa distro linux para netbooks que conseguisse dar uma sobrevida a esse limitado setup.


Leia também


A escolhida foi…

Ao buscar na internet, encontramos algumas opções bacanas de linux para netbooks antigos. Destaco algumas:

Puppy Linux

Essa já é uma tradicional escolha para quem procura um linux leve para notebooks e netbooks antigos. O Puppy Linux foi originalmente criado por Barry Kauler em 2003, e roda direto da memória RAM.

Quando o conheci, era derivado do Slackware, mas atualmente ela possui versões de diferentes distribuições – inclusive Ubuntu. A documentação diz que já conseguiram executar o Puppy com uma CPU de 333 MHz e 64 MB de RAM. A distro recomenda ter pelo menos 256 MB de RAM.

Porteus

A distro linux Porteus é outra otimizada para ser executada a partir de CD, memória flash (como pendrives) ou disco rígido. Baseada no Slackware, parece ocupar o espaço daSlax, atualmente baseada no Debian. Porteus é pequeno (menos de 300MB) e incrivelmente rápido. Os requisitos mínimos são uma CPU de 32 bit e 36 MB de RAM.

Linux Lite

O Linux Lite é um sistema operacional baseado no Ubuntu. Possui uma interface limpa e customizada, projetada inclusive para receber usuários de outros sistemas operacionais, como o Windows.

O Linux Lite está na versão 5, mas a última com suporte para os antigos 32 bits é a 3.8 (criada com base no Ubuntu 16.04).

A Linux Lite foi a distro linux para netbook escolhida para reviver o meu portátil por alguns motivos:

  • Derivada do Ubuntu, possui grande diversidade de aplicações e tutoriais na internet. Recomendo para quem não tem muito conhecimento no mundo Linux (como eu).
  • A instalação é simples. As distros que rodam direto na memória RAM normalmente exigem um processo para instalar no HD que nem sempre é fácil.
  • O meu software criador de pendrive de instalação não reconheceu algumas ISOs de Linux para netbook que baixei (e olha que foram quase dez opções). Isso ajudou a reduzir as possibilidades.
  • Algumas distros Linux até instalaram no netbook Atom, mas na hora de inicializar… não rodaram.
netbook com Linux Lite

Desempenho do linux para netbook

A instalação foi rápida e logo o Linux Lite estava pronto para ser usado. A distro linux para netbook logo reconheceu todo o hardware, o que é maravilhoso!

O Linux Lite possui um ambiente gráfico bastante intuitivo, que vai agradar até mesmo quem vem de outros sistemas operacionais, como o Windows. O Linux Lite vem com um pacote mínimo de aplicações, como navegador (Firefox), algumas aplicações de escritório (LibreOffice) e ferramentas diversas, como leitor de PDF, gravador de CD/DVD, player multimídia, etc.

netbook antigo

Logo nas primeiras inicializações, recomendo que você exclua os softwares pré-instalados que não serão úteis. Para quem não conhece a gestão de pacotes usando os comandos “apt“, o Linux Lite possui um aplicativo chamado Install/Remove Software, que permite ganhar algum espaço no HD excluindo as aplicações que você não vai usar.

Por exemplo, ganhei mais de 200 MB ao excluir o cliente de e-mails Thunderbird e o editor de imagens GIMP.

O Linux Lite 3.8 é baseado no Ubuntu de 2016. Embora funcione bem, é uma boa ideia atualizar para a mais recente – alguns tutoriais na internet ensinam como fazer. Depois, instale os aplicativos específicos para as tarefas que você pretende realizar no netbook.

linux para notebook antigo

O Firefox abre em alguns segundos, e a navegação na internet é satisfatória e sem engasgos. O LibreOffice Write também leva poucos segundos para abrir, e funciona bem. O netbook até tem a boa vontade de abrir um GIMP 2.8, mas leva quase 1 minuto.

Após algumas semanas usando o Linux Lite esporadicamente, posso afirmar que ele está conseguindo dar uma sobrevida para o meu MegaNetbook. Claro, tenho usado o netbook como backup do meu notebook principal para algumas atividades leves do home office.

Mas posso afirmar que, no meu caso, o Linux Lite foi a melhor distro linux para netbook Atom.

Você vai gostar

O que é cloud server? Entenda!

O que é cloud server? Entenda!

Você sabe o que é cloud server? Esta opção de hospedagem que vem crescendo na preferência das empresas. Entenda como ela funciona, e quais seus benefícios!